Verdades em versos
refreshfaq+askrabiscos ftphoto
Sou o tipo de pessoa que tenta achar amor em tudo, em tudo mesmo, até em um simples sorriso. Visitas: Instagram

Amor é privilégio de maduros estendidos na mais estreita cama, que se torna a mais larga e mais relvosa, roçando, em cada poro, o céu do corpo. É isto, amor: o ganho não previsto, o prêmio subterrâneo e coruscante, leitura de relâmpago cifrado, que, decifrado, nada mais existe valendo a pena e o preço do terrestre, salvo o minuto de ouro no relógio minúsculo, vibrando no crepúsculo. Amor é o que se aprende no limite, depois de se arquivar toda a ciência herdada, ouvida. Amor começa tarde.

Carlos Drummond de Andrade.   

Bastaram alguns segundos na presença dele para me sentir virada do avesso.

A primeira vez, de novo. 

Durante o dia eu disfarço. Leio um livro, assisto um filme, ouço músicas. Faço de tudo para prender minha atenção em outra coisa que não seja a falta que sinto de você. Mas, quando me deito para dormir, é inevitável. Sofro uma overdose de lembranças. Não consigo pensar por 1 segundo em alguma coisa que não seja relacionada à você.

Gian Lucas.   

E se nunca tivéssemos errado? Erros também nos ajudam a crescer.

Marcello Henrique. 

Porque quando eu fico, eu destruo as coisas.

Damon Salvatore    

Claro que eu vou te machucar. Claro que você vai me machucar. É claro que vamos machucar uns aos outros. Mas esta é a própria condição de existência. Para se tornar primavera, significa aceitar o risco de inverno. Para tornar-se presença, significa aceitar o risco de ausência.

O Pequeno Príncipe.  

Você pode ir onde quiser e fazer tudo o que tiver vontade de fazer. Mas o que faz um lugar ser especial, são as pessoas que vivem nele.

Eu sou o número 4. 

Porque no fundo, você sabe que essa pequena mudança da sorte é um sinal das coisas que estão por vir.

A Menina que Roubava Livros.  

E eu, gostava tanto de você.

Tim Maia.  

O silêncio não era quietude, nem calma, e não era paz.

A Menina que Roubava Livros. 

A saudade bate, o coração acelera, o frio aumenta, a noite prolonga, o medo aumenta, e a esperança diminui. E por onde você anda?

Mark Hr.